RM_estudio_0302_edited.jpg

Política do cuidado

Soluções para um mundo desvairado

A política do cuidado é um acordo social baseado em evidências em torno de leis, diretrizes e práticas cotidianas que priorizem as vidas. Ela é o resultado da experiência de grupos específicos da sociedade, que já estão acostumados a proteger e manter a vida mesmo nos momentos de crise: as mulheres, os ativistas, os responsáveis pelas crianças, idosos e pessoas com deficiência, os agricultores e os cientistas. 

 

A política do cuidado é uma resposta adequada à realidade. Refutamos a polarização ideológica e disputa violenta pelo poder, e escolhemos  construir novos caminhos para uma sociedade centrada na parceria, na diversidade e no cuidado mútuo.

A política do cuidado é necessária para o momento de colapso em que vivemos. É pacífica, resultado de escuta, acolhe complexidades e está focada em transformação ativa de realidades em escala humana. Escolhemos trabalhar prioritariamente em três eixos interdependentes que são o sustentáculo da vida e da dignidade, para os seres humanos e para o planeta:

Família • Saúde • Comida

Parada do orgulho gay

Família

A família é a instituição estruturante da sociedade que deve receber apoio de políticas públicas centradas no cuidado como ferramenta de superação para crises econômicas e sociais. Fortalecer as famílias, em todos os seus formatos, é essencial para mudar os rumos dessa sociedade violenta e decadente. São as famílias que constroem as possibilidades de um futuro centrado no afeto e cuidado mútuo.

Tempo para a família

Saúde

A situação do ar, da água, da alimentação, dos transportes, do saneamento básico e outras condições ambientais, assim como a saúde mental e emocional da população, têm impacto na saúde global da sociedade. Políticas públicas para a saúde precisam vir de uma perspectiva integrada, com foco em prevenção. Obviamente, precisam ser baseadas em evidências. A política do cuidado visa proteger o que funciona, regenerar as estruturas que necessitam de ajustes e abandonar práticas nocivas à vida. 

Pares sênior felizes
Picking vegetal

Comida

Todos os seres humanos, independentemente de sua condição, precisam de comida para viver. Trabalhar pela comida, compreende defender modelos de produção de alimentos com baixo custo e grandes ganhos sócio-ambientais. Orgânicos, familiares e localizados sempre que possível. Já existem muitas experiências escaláveis e extremamente eficientes para promover alimentação saudável e digna para todos.  

horta comunitária